sexta-feira, dezembro 07, 2007

Eu que gosto da Grey...

...e de a ouvir debater as inconstâncias, angústias e absurdos do ser humano, deixo aqui as frases finais de um episódio recente:

"No matter how much we grow older, grow taller, we are still forever stumbling, forever wandering, forever young."

Ao vivo soa ainda melhor.

5 comentários:

Debbie Harry disse...

Nunca vejo esse série, mas oiço falar muito bem...tenho saudades da sete palmos de terra...

Randomsailor disse...

sim... os sete palmos de terra eram A série! Estão no número 1 do meu ranking pessoal.

Debbie Harry disse...

O meu nº 1 é o sexo e a cidade, depois sete palmos, depois dharma e greg e depois anjos na américa.

Provavelmente Talisca disse...

Ah, eu gosto tanto da Grey, Marinheiro.

E da filosofia sob a pele e sobre o suor da série.

Abrem-se realmente corações nesta série de bisturi à procura de almas.

Randomsailor disse...

debbie: gosto muito do sexo e a cidade, e tenho um grande carinho pela dharma e greg. Os anjos na américa foi um cometa que me atingiu há uns anos...

Talisca: é mesmo isso. é mesmo isso... :)