sábado, setembro 22, 2007

Something always change

A tectónica de placas é uma teoria recente, não tem mais de meio século e é para a Geologia o que a teoria de evolução de Darwin é para a Biologia. É tão abrangente que explica sismos, vulcões, o ciclo das rochas, a formação de ilhas, de montanhas, de mares, de oceanos, de tudo. É uma teoria complexa, com algumas pontas soltas, em desenvolvimento e fascinante.
Em linhas muito gerais, defende que a crosta terrestre é formada por placas continentais e oceânicas que se movem devido ao calor interno da Terra e à produção e destruição de crosta nas extremidades das placas.* Com esta teoria percebeu-se que os continentes já estiveram pegados num super continente chamado Pangéia e adivinha-se que voltarão a estar juntos daqui a 250 milhões de anos, como a fotografia acima mostra.

Mirem com atenção e podem ver Portugal no Pólo Norte. Tenho sérias dúvidas de que algo parecido com a humanidade ainda exista, mas ainda assim, se miraculosamente conseguirmos entrar numa autogestão ascendente de espécie, está garantido que a Terra vai oferecer-nos momentos hilariantes de natureza geológica. Teremos um futuro cheio de mudanças geopolíticas...

Este é mais um post patrocinado por Astronomy Picture of the Day!

* A minha explicação da tectónica de placas é assumidamente pobre. Quem quiser saber mais, dê um salto aqui.

3 comentários:

provavelmente talisca disse...

fala por ti, marinheiro. Eu ainda pretendo estar cá....

Muah ah ah ah ah!

life chaser disse...

Assim como eu... Sempre quis ter uma casa no Pólo Norte. Gosto do frio!

Abraço grande, mano.

(e, no final, não é tudo explicado por ciclos?...)

Randomsailor disse...

talisca: claro que vais cá estar, só tens que fazer muuuuuuuita força...:P loll

lifechaser: sim, os ciclos descrevem muitas coisas, e existem, mas sempre com algumas diferenças... quanto à casa pólo norte não tens que esperar, há muito espaço available actualmente..

abraço grande