sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Pássaros

Amanhece. Oiço os pios-pios-pios e os taques-taques-taques de pássaros a trautearem e a caminharem no telhado. Há dias em que me deixam irritado por não conseguir dormir, outros dias relembram-me a necessidade e o conforto de uma casa em oposição ao "lá fora" frio e agreste. Noutras manhãs são a certeza agradável de que o mundo está vivo, que acontece quer eu esteja a dormir ou não, perdido no meu cérebro humano.
Fico a ouvi-los em sossego, um ruído íntimo a dois metros de distância, com um telhado pelo meio que separa olhares, milhões de anos de divergência evolutiva e muito mais... Tenho sempre a tentação de saltar da cama, abrir a clarabóia e olhá-los de perto. Nunca o fiz, sobrepõe-se a vontade de deixar a natureza estar.

2 comentários:

Kraak disse...

Esse pio-pio é engraçado. Só tenho pena de me aperceber que o mundo está vivo quando os meus vizinhos de cima se lembram de vir cá passar o fim-de-semana. É que hoje os taques-taques que me acordaram foram os deles. :S

Hugzz pio-pio-taque-taquezz

Randomsailor disse...

Não, nisso tenho sorte, só os pio-pios é que me acordam! :)

abraço