sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Smile like you mean it

Enquanto as bandas vêm e vão, enquanto aparecem, tranformam-se num hype e afundam-se nele, nós vivemos. Nós seguimos a nossa vidinha, vamo-las ouvindo, vamo-nos acontecendo nas músicas delas. Passado uns anos, quando voltamos àquela canção, não conseguimos resistir ao impulso da nostalgia, de nos fixarmos nos momentos que essa música ajudou a fabricar. E se sorrirmos com as recordações, queremos sorrir como o Brandon Flowers diz, "Smile like you mean it".

Hoje, com os The Killers, lembrei-me de 2005. Não sorri com medo de falhar.

5 comentários:

su disse...

Adoro essa musica! :)
Gosto mto desta parte:

'And someone is calling my name
From the back of the restaurant', perdura o meu sorriso, eterniza bons momentos....

Ui, ui, a nostalgia...

bissous,

Pssst, psssst....consegui um bilhetinho para a banda de Bristol ;)

Debbie Harry disse...

Às vezes acho que nem sei para que lado me hei-de virar musicalmente. Não consigo achar graça a metade das coisas que vão surgindo, parecem-me, muitas delas, remakes de bandas mais antigas das quais já gosto há tanto tempo...mas é claro que vão aparecendo coisas boas. Mas sou muito fiel às raízes.

EarthsWizard disse...

Adoro essa musica. "smile like you mean it" funciona tanto para os outros como para nós mesmos.

ou pelo menos lá diz a investigação ciêntifica que franzir um sorriso activa as mesmas partes do cérebro que o o sorriso a sério.

Randomsailor disse...

su: também gosto muito, como já disse noutro blog qualquer, gosto da urgência das músicas dos the killers. ui ui, a nostalgia, estou contigo... ;)

debbie: também sou fiel às raizes, mas há muita música nova que é boa e que dará grandes raizes daqui a uns anos.

earthwizard: a ciência é muito bonita, mas não gostamos de sorrisos disfraçados... :P

beijos e abraços respectivos!

Kraak disse...

... e na sequência do que comentei no post "Diálogo Imaginado", aqui só posso dizer que fizeste bem em não sorrir. Nada como imaginar a imaginada vida real.

Curiosamente na passada 3ª feira, aconteceu-me algo parecido, não com "Smile Like You Meant", mas com "Forget Myself" dos Elbow. No meu caso, não era para sorrir, mas sim confirmar aquilo que já sabia no ano em que esta música veio par a rua: os Elbow não vivem de hypes, felizmente.

Os The Killers tiveram esse hype em 2004/5 e apesar do álbum sucessor ser muito fracote, recomendo-te "For Reasons Unknown" e "Read My Mind". Se quiseres, obviamente. :)

Hugzz